quarta-feira, 15 de outubro de 2008

aulas de Português pt. 1

(pergunta:)
Bucólica
S. Martinho da Anta, 30 de Abril de 1937

A vida é feita de nadas;
De grandes serras paradas
À espera de movimento;
De searas onduladas pelo vento;

De casas de moradia
Caídas e com sinais
De ninhos que outrora havia
Nos beirais;

De poeira;
De sombra de uma figueira;
De ver esta maravilha:
Meu Pai a erguer uma videira
Como uma mãe que faz a trança à filha.


Miguel Torga, Diário, Vol.I, 1941
(resposta:)
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008.

A vida é feita de nadas; de fotografias mal tiradas embelezadas pelo tempo; de folhas de árvore que nascendo na Primavera, caem harmoniosamente no Outono dando sentido à ordem natural das coisas. De luz; de caminhos; de duas e três infinidades; de segundos; de personagens principais, secundárias e figurantes. Somos pontos num espaço maior que o Universo mas temos direito a um nada que é tudo e um tudo pequeno porque só cabe no nosso coração.

Ana Marta,

1 comentário:

Gato disse...

foi uma qadra que a lala escreveu para um concurso na escola!!
eu gostei e pus la!:)

[sabes como é amor!:) é muitooooooo facil, acredita!:)]